Cultura

51 anos de existência

A Associação de Proteção à Guarda Mirim de Juiz de Fora, fundada no dia 25 de Agosto de 67, pelo então presidente do Rotary Club de Juiz de Fora, Mauricio de Miranda Teixeira, comemorou este ano seu aniversário de 51 anos no dia 24 de Agosto.

Os professores Lucas e Fernanda chegaram com a notícia que haveria um sarau para comemorarmos o aniversário de 51 anos da Guarda Mirim de Juiz de Fora, vários aprendizes se empolgaram para as diversas apresentações como, danças, musicas, poemas entre outras.

Chegou então o grande dia, por volta de 12:00 horas havia muitos aprendizes na Guarda envolvidos, preocupados com equipamentos de som e muitas outras coisas, recebemos também profissionais voluntários para fazer maquiagem, cabelo e até mesmo ajudar as meninas no estilo de roupa da apresentação, a cabelereira Lara Pereira juntamente com sua equipe, Jean, Monique e Pedro, que foram incríveis transformando a autoestima das nossas aprendizes.

No horário das 14h começaram as apresentações, foram chamados para compor a mesa os representantes de algumas empresas, tais como, Denise Rezende da Imperial Toyota e ex-presidente de nossa entidade, Ilza Maia representante das organizações Pais&Filhos, Sergio Antônio representando a Arcelor Mittal parceira a mais de 20 anos, Carlos Magno da Elba Equipamentos e José Roberto da Embrapa. Nossa presidenta Jaqueline Borges iniciou com um belo discurso inspirador e posteriormente nosso professor Lucas apresentou vários projetos futuros e em desenvolvimento que ‘’ A Guarda’’ está realizando. Após a mesa composta, a palavra foi dada a professora Fernanda que juntamente com outras poetas, Anelise Freitas, Laura Assis e Marcela Batista recitaram poemas autorais e falaram um pouco sobre a dificuldade de ser poeta nos dias atuais.

Após essa apresentação as meninas da dança agitaram todos, foram aplaudidas pelo desempenho e sua determinação, ao de correr do evento, outros aprendizes foram se apresentando, tocando e cantando diversas músicas para alegrar o pessoal, ao final uma aprendiz recitou seu poema autoral, que além de ter sido muito bonito tocou o coração e todos ali presente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *